segunda-feira, 5 de março de 2012

Inconstância

Sabes querido, não acheis voís que sou uma grande ordinária, desejava eu sentir tua pulsação dentro de mim, não há pecado numa pequena diversão, mesmo que houvesses, sabes tu que adoramos pecar. Por que foges tanto se disseste tu que querias o mesmo? E se não queres por que tantas vezes voltaras atrás?